• Home
  • Os 10 exercícios de coaching mais populares em coaching digital

Os 10 exercícios de coaching mais populares em coaching digital

CoachHub · 17 September 2021 · 9 min read

Embora cada relacionamento de coaching pareça diferente, o objetivo final é o mesmo: ajudar as pessoas a perceberem o potencial que elas têm.

Na CoachHub, definimos coaching como uma parceria com clientes em um processo criativo e instigante que os inspira a ser a melhor versão de si mesmos.

O processo de coaching é focado no futuro e orientado por objetivos com a intenção de estimular recursos internos e externos.

Embora o coaching seja um processo extremamente personalizado e individual, muitos/muitas coaches usam exercícios comuns que possuem respaldo em pesquisas e eficácia comprovada. Eis os 10 exercícios mais populares usados no coaching digital.

1. Exercícios de autoavaliação e de autorreflexão

Para que os objetivos individuais e o potencial de crescimento fiquem claros, enquanto se desenvolve a autoconsciência, a maioria das relações de coaching digital começa com algum tipo de teste psicométrico ou avaliação de autorreflexão.

Essas avaliações iniciais podem ajudar a esclarecer o status atual de um/uma coachee e também fornecer um parâmetro para mensurar o progresso futuro. A cientista comportamental sênior da CoachHub, Liz Pavese, Ph.D., diz que no início de uma jornada de coaching uma avaliação pode ajudar um/uma coachee a refletir sobre seus pontos fortes e suas áreas de desenvolvimento.

Algumas autoavaliações comuns usadas no coaching digital incluem Myers Briggs Type Indicator (MBTI), a Fundamental Interpersonal Relations Orientation (FIRO), o Questionário da 16PF e a Avaliação CliftonStrengths. Todos os/todas as coachees da CoachHub fazem a autoavaliação inicial antes de sua primeira sessão digital.

A psicóloga corporativa e coach corporativa, Anne Scoular, diz que as avaliações podem melhorar o processo de coaching de duas formas principais: 1) as avaliações podem ajudar um/uma coach a entender melhor seu cliente no início do processo de coaching e (2) “…as avaliações no coaching podem fornecer a conclusão mais poderosa [para coachees]”.

2. Obtenção de feedback em tempo real

Ainda que a autoavaliação e a autorreflexão correspondam a partes significativas do processo de coaching, também é importante discutir o feedback recebido de gerentes e colegas. De acordo com a HBR, “quando os líderes descobrem que outros os veem de um modo diferente do que pretendem ou querem ser vistos, eles têm uma escolha simples. Ou eles redefinem como se veem ou mudam seu comportamento”.

Apesar de muitas empresas como a Deloitte e a Microsoft terem ido além de análises de desempenho obsoletas, descritas por algumas como “uma relíquia da era industrial”, as organizações progressistas ainda reconhecem o valor das pesquisas pulse, dos acompanhamentos detalhados e das análises em tempo real completas. Obter esse tipo de feedback pode ser útil em um relacionamento de coaching.

3. Desenvolvimento de objetivos estratégicos

Como um processo focado em soluções, Pavese informou que a definição de objetivos é uma parte de suma importância do coaching. Durante o desenvolvimento de objetivos um/uma coachee e um/uma coach decidem os marcos, exercícios e microaprendizados. O processo de definição de objetivos varia de acordo com o/a coach, mas a maioria dos objetivos é originada a partir de lacunas ou pontos cegos revelados pelas avaliações iniciais.

Durante um período de turbulência organizacional em meio à pandemia da COVID-19, a Japan Tobacco International (JTI) trabalhou com a CoachHub para apoiar sua força de trabalho. Dados recentes mostram que 89% dos/das coachees revelaram que o coaching os/as ajudou a atingir seus objetivos. Os exercícios de definição de objetivos são uma parte essencial do processo de coaching digital.

Os objetivos podem incluir objetivos específicos, como o aumento do engajamento dos funcionários, a definição de metas de desempenho, como o fortalecimento das habilidades de gestão de conflitos ou os objetivos de desenvolvimento de talentos, como a capacitação de gerentes iniciantes. Cada objetivo é normalmente definido usando uma estrutura similar à estrutura SMART (Specific, Measureable, Attainable, Realistic, Timely [Específico, Mensurável, Atingível, Realista, Temporal]) que é usada parar criar objetivos específicos, mensuráveis, atingíveis, realistas e temporais.

4. Exercícios de registro em diário elaborado

O registro em diário é um exercício versátil usado em contextos e em relacionamentos de coaching. Os/As coaches podem recomendar o registro em diário aberto ou ensinar estruturas específicas de registro em diário, como o Conflict Coaching Road Map for Journaling (O Roteiro de Coaching de Conflito para Registro em Diário), uma estrutura que ajuda os profissionais a se tornarem cientes de seu estilo de conflito e a gerenciar melhor o conflito.

A Society for Human Resource Management (SHRM) diz que o registro em diário pode ser usado para “…ganhar consciência das emoções e comportamentos e acompanhar o progresso em direção aos objetivos”. Se um/uma coachee não souber por onde começar com o registro em diário, um/uma coach pode oferecer alguns itens de orientação. A professora de comportamento organizacional, Nancy Adler, recomenda que o registro em diário em resposta a perguntas como: “Como estou me sentindo agora?” e “O que merece a minha atenção da mais alta qualidade na minha liderança, na minha vida e no mundo?”

Pavese disse que outro tipo comum de registro em diário é o diário do futuro. O diário do futuro pede que um/uma coachee visualize e descreva seu futuro, detalhando sua projeção com sensações e aspectos visuais. “À medida que ele/ela cria essa visão do seu futuro,” Pavese disse,”…o diário pode ajudá-lo em sua jornada, descobrindo como alinhar melhor seus objetivos para obter mais alinhamento com o seu futuro”.

5. Identificação de valores e princípios centrais

Os exercícios de valores são populares no coaching digital porque como Pavese disse: “Valores centrais claramente definidos fornecem um ponto de partida realmente forte e importante para entender o que é importante para você. Os valores centrais de um/uma coachee geralmente servem como uma bússola importante, ajudando os/as coachees a tomar decisões e a agir de maneira alinhada”. A pesquisa também mostra que o alinhamento de valores pode impulsionar o engajamento de funcionários.

Os/As coaches frequentemente atribuirão microtarefas para ajudar os/as coachees a definir seus valores centrais e aumentar seu senso de propósito. Exercícios comuns envolvem classificar valores de uma lista, concluir uma atividade de cartão de valores ou criar uma roda da vida. Essa é uma etapa importante porque quando um/uma coachee define seus valores, ele/ela pode maximizar com mais facilidade o trabalho que dá a ele/ela o senso de propósito (e minimizar tarefas que não se alinham com seus valores). Na verdade, 91% dos/das coachees da CoachHub sentiram que houve um aumento no senso de propósito após o coaching digital.

6. Exercícios de gratidão

As práticas de gratidão são um exercício comum usado em coaching digital porque de acordo com a Harvard Health, “…a maioria dos estudos publicados [sobre gratidão] defendem que a gratidão e o bem-estar de um indivíduo estão associados”. Pavese compartilhou que “se um/uma coachee está procurando desenvolver um mindset mais aberto e otimista, uma prática de gratidão pode ajudar a expandir seu músculo do otimismo”.

Um dos exercícios os mais populares da gratidão usados pelos/pelas coaches é o Exercício das Três Bênçãos, uma prática criada pelo psicólogo americano, Martin Seligman. Esse exercício pede que os/as coachees anotem três coisas que deram certo todos os dias e os porquês. Os pesquisadores descobriram que o Exercício das Três Bênçãos gerou um aumento na felicidade e a uma diminuição dos sintomas depressivos por seis meses.

7. Desenvolvimento e ensaio das habilidades de comunicação

A comunicação é essencial, principalmente em meio à incerteza (como comprovado em toda a pandemia). Na verdade, a pesquisa da CoachHub mostra que a comunicação é normalmente mais usada como uma habilidade pessoal por gerentes médios e seniores. Consequentemente, muitos coaches digitais se concentram em ajudar os coachees a desenvolver e praticar suas habilidades de comunicação usando estruturas como comunicação não violenta e escuta ativa.

Por exemplo, para ajudar um/uma coachee a desenvolver suas habilidades de escuta ativa, ele/ela faz uma dinâmica com o/a coach, refletindo as emoções do alto-falante de costas para ele/ela. Isso pode parecer “Se eu entendi direito, você está se sentindo frustrado porque seu gerente disse uma coisa e seu colega disse algo diferente. Estou certo?”

8. Desenvolvimento da regulação emocional e resiliência

Resiliência, ou a capacidade de lidar com uma situação difícil ou estressante, é um dos principais objetivos do desenvolvimento profissional dos/das coachees. Felizmente, os/as coachees podem desenvolver a resiliência e aprender a regulação emocional, uma habilidade diretamente ligada à resiliência. Os dados da CoachHub revelam que 85% dos gerentes que receberam o coaching da CoachHub superam seus colegas em habilidades pessoais, como agilidade e resiliência.

Para ajudar os/as coachees a criar resiliência emocional, os/as coaches usam vários tipos de exercícios. As microtarefas comuns incluem pedir para os/as coachees nomear suas emoções (ou seja, dizer como eles/elas se sentem), praticar técnicas de mindfulness e fazer pausas.

9. Comemoração de conquistas e realizações

O coaching pode proporcionar espaço e tempo para que os profissionais diminuam o ritmo, reconheçam suas realizações e comemorem, algo que muitas pessoas têm dificuldade em fazer Comemorar significa conceder a você mesmo o direito de parar e desfrutar do que alcançou até o momento.

Para ajudar um/uma coachee a comemorar suas realizações durante uma sessão, o/a coach pode perguntar algo do tipo: “Como você comemorará a conquista desse objetivo?” Dependendo do profissional, eles/elas podem receber uma massagem, comprar um presente ou anotar a conquista em seu diário de gratidão. Se o indivíduo apresentar alguma dificuldade em comemorar suas realizações, o/a coach pode incentivá-lo a criar uma lista de ideias de comemoração que possam ser facilmente consultadas no futuro.

10. Identificação e ativação dos pontos fortes de cada um

Como parte da estrutura holística de coaching da CoachHub, os/as coachees trabalham em prol de seu propósito descobrindo seus pontos fortes. O coaching baseado em pontos fortes é uma abordagem comum usada por muitos/muitas coaches no espaço do coaching digital.

A abordagem dos pontos fortes no coaching incentiva o desenvolvimento, tendo por base os pontos fortes existentes em vez de os pontos fracos. “Tornar-se mais do que você realmente é o ponto central do meu coaching,” declarou o coach da CoachHub, Dieter Wunderlich, “Minha marca registrada é ser um coach que busca os pontos fortes. Ajudo as pessoas a descobrir seus pontos fortes e suas habilidades naturais e usar tudo isso a seu favor”.

Embora o coaching seja um processo muito individual e personalizado, a pesquisa aponta os instrutores para exercícios e estruturas comprovados. As autoavaliações geralmente são pontos de partida eficazes porque ajudam os/as coachees a entender melhor a si mesmos/mesmas e ajudam os/as coaches a entender melhor seus clientes. As sessões de coaching também são espaços psicologicamente seguros, onde os profissionais podem discutir o feedback sobre o local de trabalho difícil e desenvolver a resiliência emocional. Graças ao coaching digital, as pessoas podem se transformar em líderes altamente eficazes e inspiradores.

Escritórios globais

A plataforma de coaching digital que é líder global

A CoachHub é a plataforma líder global de desenvolvimento de talentos que possibilita às organizações criarem um programa de coaching personalizado, mensurável e expansível para toda a força de trabalho, independentemente do departamento e nível hierárquico. Com isso, as organizações conseguem colher uma enorme quantidade de benefícios, que incluem maior engajamento dos funcionários, maiores níveis de produtividade, melhor desempenho no serviço e maior retenção. O grupo global de coaches da CoachHub é composto por mais de 3.500 coaches corporativos certificados, distribuídos em 90 países e seis continentes, com sessões de coaching disponíveis em mais de 60 idiomas, e atende a mais de 500 clientes. Nossos programas são baseados em P&D avançados do nosso Laboratório de coaching, liderado pelo Prof. Jonathan Passmore e pelo nosso Conselho científico. A CoachHub conta com o apoio dos principais investidores em tecnologia, incluindo Sofina, SoftBank Vision Fund 2, Molten Ventures, Speedinvest, HV Capital, Partech e Silicon Valley Bank/SVB Capital. Em setembro de 2021, a CoachHub adquiriu a pioneira em coaching digital francesa MoovOne para construir um campeão global focado na democratização conjunta do coaching.
This site is registered on wpml.org as a development site.